Uninove é convocada ao Foro de Solução de Conflitos Coletivos e não comparece

Uninove é convocada ao Foro de Solução de Conflitos Coletivos e não comparece

Convocada ao Foro de Solução de Conflitos Coletivos para explicar a mudança na carga horária ocorrida no início do ano, a Uninove não compareceu e nem justificou a ausência. O Foro foi chamado pelo SinproSP, depois de ter recebido denúncias de professores.

Ao retornarem do recesso, os professores foram surpreendidos pela notícia de que o número de aulas diárias seriam reduzidas. Não haveria redução da carga horária dos professores, mas a mudança obrigaria muitos deles a trabalharem em mais dias ou se deslocarem para outras unidades para conseguir cumprir o mesmo número de aulas.

Desde o final do ano passado, o SinproSP tem orientado os professores sobre a redução de carga horária, lembrando que nenhum docente é obrigado a aceitar mudanças. No caso em questão, a redução pode trazer prejuízos aos professores e por isso o SinproSP recomenda que não se assine nenhum documento.

Diante da ausência injustificada da Uninove, o SinproSP estuda outras alternativas para proteger os direitos dos professores. O Sindicato criou um e-mail específico para receber denúncias e orientar os professores. Basta escrever para uninove@sinprosp.org.br. O sigilo é totalmente garantido.

Fonte: Sinpro SP

8 comentários sobre “Uninove é convocada ao Foro de Solução de Conflitos Coletivos e não comparece

  1. E continua assediando moralmente. Fazendo cumprir horário em local diferente de onde teriam aula. Muito desrespeito da Uninove com seus professores. Lamentável…

    1. Que pena saber disso, professora Fernanda. Mas não desanime. Procure o Sinpro SP para denunciar e pedir auxílio em tudo que precisar. Ficamos à disposição.

  2. Não é só com professores não! E isso é só a ponta do iceberg.
    Com nós alunos eles passam uma grade e mudam… E conforme a lei isso também é errado.

    1. Obrigada pelo comentário, Madu. Que pena saber a postura adotada pela Uninove que prejudica professores e alunos. Uma faculdade tão grande e tão complicada. Mas o sindicato tem agido em favor dos docentes. Junte-se à luta. 🙂

    2. Não e só os professores que foram prejudicados, nos alunos também . Fui na secretaria da faculdade questionar o pq da redução da carga horária, e eles simplesmente alegaram que o Mec autorizou essa mudança. Fui informada que não teremos aula de laboratório devido a essa mudança.

      1. Isso tudo é péssimo, Bárbara. Os sindicatos têm dado apoio aos professores e tudo que for resolvido, vai refletir também nos alunos. 🙂

  3. A uninove é uma piada, nós aluno em meio a uma pandemia fomos submetidos a continuar estagiando em hospitais sem os itens necessários para a nossa seguranças e saúde os EPIS.
    Além de tudo estou no 8 semestre de fisioterapia, faltavam 4 baterias para cumprir, eles me deixaram cumprir uma das 4 no hospital sem os EPIS NECESSÁRIOS, e depois sem nos avisar apenas nos jogando em UBS COMO VOLUNTÁRIOS SEM NOSSO CONSENTIMENTO, apenas criaram um link de voluntários no qual não estava escrito e nem explicado! Aí quando alguns alunos chegaram nas ubs q eles nos mandaram os profissionais do local nem sabiam o porque estávamos lá, e nem tinham o comunicado da faculdade. Ou seja a uninove não tem respeito nem pelos profissionais que trabalham para eles, e nem com os alunos que pagam 1.500,00 todo mês para passar nervoso e essas HUMILHAÇÕES QUE ELES NOS COLOCAM.

    1. Isso é mesmo vergonhoso, Thalyta. Temos encaminhado as reclamações e denúncias de vocês, alunos, ao Sinpro SP. Ele defende os direitos dos professores e por consequência, alunos também são beneficiados. Obrigada pela participação aqui.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

×