Professores devem ficar atentos à contribuição ao INSS


Em janeiro entrou em vigor a nova tabela de contribuição ao INSS. Os professores que trabalham em mais de uma escola devem ficar atentos ao teto de recolhimento, que passou para R$ 3.689,66, para não contribuir mais que o necessário. O valor máximo de desconto mensal que o trabalhador poderá ter é R$ 405,86.

A tabela traz novas alíquotas de contribuição que devem ser observadas com cuidado pelos professores para saber quanto as mudanças podem afetar os descontos no holerite. Esses novos valores serão aplicados apenas nos próximos salários (vencimentos de janeiro, que serão pagos em fevereiro).

Tabela de contribuição mensal

Salário-de-contribuição (R$)

Alíquota para fins de recolhimento ao INSS (%)

Até 1.106,90

8,00

de 1.106,91 a R$ 1.844,83

9,00

de 1.844,84 até R$ 3.689,660

11,00

Os docentes que recebem salário acima do teto numa das escolas devem solicitar declaração de que já são descontados pelo teto e encaminhar à outra instituição onde trabalham para não ter mais desconto algum. No caso dos professores que não recebem o teto em nenhuma das escolas, o desconto será proporcional em cada uma delas.

Fonte: SINPRO-SP



Outros Relacionados:

Formação continuada: o que querem o Sesi e o Senai
Câmara rejeita projetos de lei sobre violência contra educadores
Dificuldades marcam universitário pobre no ensino privado
Projeto de Lei prevê estabilidade de três meses depois das férias
Reajuste ensino superior é 6,37%
Ano letivo chega a 1,2 mil horas em alguns países, diz pesquisador
Copyright © Sinprosasco - 2010 - 2015 - Todos os direitos reservados.
Sede: Av. Deputado Emílio Carlos, 937 - Vila Campesina - Osasco / SP
Subsede: Av. Prof. José Barreto, 111 sala 26 2º andar - Centro - Cotia / SP
(11) 3682-7205 / (11) 3682-4088
Validado em  XHTML  e  CSS